Deprecated: Non-static method socializeWP::get_options() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/centroteresianoc/public_html/wp-content/plugins/socialize/frontend/socialize-og.php on line 6
Nasce o Centro Teresiano de Espiritualidade

Nasce o Centro Teresiano de Espiritualidade

Em 1978 o governo central da Ordem estabelece a união dos conventos dos carmelitas descalços fundados no Sudeste do Brasil. Eram três as Províncias que mantinham presença na região: Província Romana (Rio e São Paulo); Província Toscana (Caratinga – MG e Travessão – RJ) e Província Holandesa (Belo Horizonte – MG). Com o início da Delegação Geral do Sudeste Brasileiro o convento de São Roque é reativado, primeiramente como casa de noviciado da nova Delegação.

Durante o tempo em que a casa abrigou o noviciado foram mestres de noviços: frei Bernardino Schreiber, Frei Júlio Refosco, Frei PierinoOrlandini, Frei Rubens Sevilha e Frei João Bonten, mestres cuja função era a de conduzir os noviços à iniciação da vida carmelitana em toda a sua riqueza de oração, vida fraterna, mariana e de apostolado. Com a graça de Deus até os dias de hoje o noviciado jamais foi interrompido. Em 1981, com a elevação do a Delegação a Comissariado, o noviciado em São Roque passou a ser conjunto com o Comissariado do Sul do Brasil. Boa parte deste tempo contou com a valiosa presença de frei Júlio Refosco, exímio mestre, que marcou a vida de muitos frades. O noviciado conjunto permaneceu até 1993.

Abrigando o noviciado a partir de 1978, a casa começou a ser adaptada para poder servir como casa de retiros. A obra de reforma foi conduzida por frei Roque Visca, então delegado geral. Os antigos dormitórios da escola apostólica foram transformados em quartos com capacidade para abrigar duas pessoas. Com a adaptação começaram as atividades espirituais, sob o comando de frei Pierino que foi superior da Comunidade até sua eleição para Comissário Geral em 1990.

As obras duraram dois anos. Em 1990 a Comunidade começa a oferecer cursos e retiros para quantos buscavam o Carmelo para sua experiência de Deus. Nascia assim o Centro Teresiano de Espiritualidade. Conduzido com maestria por frei Pierino, o Centro foi crescendo pouco a pouco, transformando-se em fonte de espiritualidade e referência carmelitana para o Brasil e para a Ordem na América Latina e no mundo. Com a eleição de frei Pierino para Comissário em 1990, assume o Centro Frei Patrício Sciadini. Sob sua direção e com o dinamismo que lhe é próprio o Centro Teresiano conheceu momentos de altíssimo vigor, especialmente para a Vida Religiosa no Brasil. Obras de restauração e embelezamento, especialmente na parte externa do Centro foram feitas entre os anos de 1990 a 1998.

Com a transferência do noviciado para Minas Gerais (Piedade de Caratinga) em 1996, a casa não deixou de ser um espaço para a formação inicial da Província. Abrigou até 2001 o aspirantado, acolhendo jovens que devem terminar seus estudos básicos ou que devam ser preparados para o ingresso no Postulantado.

Esta é, em resumo, a história do Convento de São Roque, nos seus mais de 50 anos de fundação. Não nos resta outra coisa a fazer, pelas inúmeras graças recebidas, senão cantar as maravilhas que Deus fez por nós, e pedir, por intercessão da Virgem do Carmo e dos Santos do Carmelo, que Ele, a exemplo de tantos frades que escreveram a história do passado, dê, aos frades do presente e do futuro, força e entusiasmo para dedicarem suas vidas na busca e no reflexo do seu rosto a quantos têm sede de vê-lo.

Siga-nos: